!! ASSISTA AO NOSSO VIDEO COM O PLANO ESTRATÉGICO COVID-19 !!

 

Notícias

Conheça as últimas Notícias do Instituto Kiros Portugal:

imgmusculos“Dores musculares” é uma expressão geral para definir um sintoma ou sintomas resultantes de várias patologias. A dor pode afetar uma zona específica do músculo ou mesmo todo o corpo.

 

img conferenciaDecorreu no passado dia 1 de Julho, em Silves, a Conferência “Osteopatia: Formação e Profissão”. Este encontro foi organizado pelo Instituto Piaget em parceria com o Instituto Kiros. Foi um dia repleto com palestras, debates e sessões de esclarecimento.

 

Tendo a Osteopatia como tema central, a conferência contou com oradores de ambas as instituições. No caso do Instituto Kiros, o mesmo foi representado pelo Dr. António Martín de Aguilar, Diretor Geral desta Instituição, sedeada em Sevilha, e pelo Dr. Miguel Gato, Diretor Geral do Instituto Kiros Portugal.

 

img04santospopularesEstá entusiasmado com o bailarico do Santo António mais logo à noite? Não teve tempo para comer durante o dia, mas mais tarde vai “desforrar-se”?! Aquilo é que vai ser comer sardinhas no pão com o molho da gordurinha, uma salada de pimentos bem temperada e umas cervejas fresquinhas! Então prepara-se: o seu estômago vai queixar-se!

 

img02 eagoraPara muitos jovens este mês de Junho não é apenas a chegada ao fim de mais um ano letivo. Representa a viragem para uma nova fase das suas vidas académicas, onde decisões importantes têm de ser tomadas.

 

Entre a alegria e a nostalgia do “fim” e as férias que prometem compensar todo o esforço despendido até então, para muitos fica a dúvida e a incerteza do que o pós férias reserva. Jovens que enchem as escolas de conversas e risos, de estilos e modas, de pensamentos e de sentido. Uns plenamente convictos do que querem, outros com receio da entrada na Universidade, outros ainda sem saber por onde ir quando passarem o portão.

 

As dúvidas atormentam: “vou conseguir entrar na Universidade?”, “vou conseguir o curso que quero?”, “não quero ir para a Universidade e agora?”, “não sei o que quero”…

 

img01A Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC) institucionalizou o mês de maio como o “Mês do Coração”, a pensar na sensibilização dos cidadãos para a problemática das doenças cardiovasculares e para a imperatividade de prevenir o seu aparecimento através de hábitos saudáveis. Por isso, todos os anos incide sobre um determinado tema para reforçar este trabalho de sensibilização. Assim, este ano a Fundação Portuguesa de Cardiologia dedica “Maio, Mês do Coração” ao “Coração no Desporto”.

 

Segundo o Portal de Saúde, as doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de mortalidade na população portuguesa, à semelhança do que acontece com outros países europeus.

 

O papel do exercício físico na prevenção das doenças cardiovasculares é unanimemente reconhecido. Mas, para alguém que sofra de doença cardiovascular, a atividade física regular continua a ter um papel essencial, fazendo parte de uma terapêutica multifacetada - que inclui a cessação tabágica, redução dos níveis de colesterol, manutenção do peso e controlo da tensão arterial.

Scroll to Top