Massagem Terapêutica Oriental

noticia1terapeuticaorientalTocar é comunicar! 

 

Esta é uma verdade incontornável que se manifesta e ganha solidez desde o momento em que nascemos.

 

É através do toque que o bebé e o cuidador comunicam, estabelecendo uma relação de harmonia e confiança. É através do toque que se exprime carinho. É através do toque que se apaziguam dores, maleitas e sofrimentos físicos e emocionais. O toque é assim um ato intuitivo com potencialidades infindáveis, sendo uma capacidade intrínseca de cada um, guardando-a para si ou aplicando-a aos outros.

 

Desde os primórdios da humanidade que os efeitos benéficos do toque são sobejamente conhecidos. As sociedades orientais foram as primeiras a desenvolver os efeitos terapêuticos desta capacidade inata do ser humano.

 

O reconhecimento dos benefícios físicos e mentais do toque levou à criação de métodos terapêuticos distintos vulgarmente conhecidos como Massagem Terapêutica.
Os chineses, no enquadramento social e clínico da Medicina Tradicional Chinesa, perceberam desde cedo que corpo e mente poderiam beneficiar das técnicas de massagem, pelo que desenvolveram inúmeras técnicas que integradas poderiam contribuir para o equilíbrio físico, químico, emocional e energético do corpo humano. Criaram assim a Massagem TuiNa, também denominada de Massagem Terapêutica Oriental.

 

A Massagem Terapêutica Oriental pode ser utilizada com fins diversos, seja o simples relaxamento, a aplicação com objetivo preventivo, ou a intervenção em patologias já existentes.
A Massagem Terapêutica Oriental reúne em si um conjunto de conhecimentos profundos que permitem uma aplicação terapêutica profunda e eficaz.

 

Partindo dos conhecimentos da anatomia, fisiologia e energética do corpo humano, neste tipo de Massagem Terapêutica de raiz oriental aplicam-se técnicas diversas que vão desde o alongamento muscular, às técnicas de massagem (básicas e avançadas) e às manipulações/correções articulares que em conjunto fomentam e mantêm o equilíbrio do Ser Humano.

 

O que distingue a Massagem Terapêutica Oriental de outra tipologia de massagem é a integração de técnicas quer de massagem, quer de correção articular. De realçar que, para os chineses, a massagem terapêutica, a osteopatia e os meridianos energéticos são impossíveis de separar pelo que esta prática clínica é na realidade a integração destes atos terapêuticos.
São raras as formações em Massagem Terapêutica Oriental que dão ênfase a esta integração das partes num todo, abordando apenas um fim muito limitado da massagem.

 

No Instituto Kiros Portugal formamos terapeutas em Massagem Terapêutica Oriental dotando-os de sólidos conhecimentos teóricos e de uma vasta competência prática, com uma fácil integração no mercado de trabalho.

 

As bases estão dentro de si. Desenvolvê-las é uma aposta ganha... para si, para os seus, para todos.

Scroll to Top